sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Novo portal da Rádio Juazeiro FM já está no AR

O www.juazeirofm879.com é o novo portal da Rádio Juazeiro FM e está no AR transmitindo em HD, a novidade vem proporcionar conforto a adeptos da programação da "Rádio que Toca VC" em outros estados e usam o site.

A novidade foi dada no Jornal Rádio Notícia desta sexta-feira 01 de Agosto.

Motociclista colide frontalmente com caminhão e morre na hora no Brejo

Um motociclista morreu após colidir com um caminhão, na tarde dessa quinta-feira (31).

O fato aconteceu na Rodovia que liga Pirpirituba à Belém, na região do Brejo Paraibano.

A vítima, identificada como Adriano Luiz Pereira Diniz, 27 anos, residia no Sítio Aldeia, em Bananeiras.

As informações dão conta de que o mesmo estaria bebendo com um amigo nas proximidades de Pirpirituba, quando saiu para buscar uma amiga.

Uma curva antes da Ladeira da Pedra, ele invadiu a contramão e colidiu frontalmente com um caminhão-caçamba carregado de pedras.

O motorista do caminhão, com placas KIJ-2732, de Condado-PE, fugiu do local logo após o acidente e não foi identificado até o momento.

A pancada foi tão forte que o motociclista ficou com a cabeça presa na frente do caminhão, que arrastou o corpo da vítima 100 metros após o local da colisão.

Segundo um irmão da vítima, o mesmo havia chegado há pouco do Rio de Janeiro e ambos já tinham passagens compradas para retornarem à capital Fliminense.

Fonte: Wscom

Prefeitura inicia na próxima semana construção da nova unidade básica de saúde no sitio Escurinha

Secom. 

Em Juazeirinho os investimentos na Saúde não param. A Prefeitura dará inicio nesta segunda-feira (4) à construção da nova Unidade Básica de Saúde da comunidade rural no sitio Escurinha.

Os recursos no montante de R$ 408.000,00 (quatrocentos e oito mil reais) foram obtidos através de um convenio entre a Prefeitura Municipal com o Fundo Nacional da saúde / Ministério da Saúde para esta construção, que dará inicio na próxima semana, e atenderá aos moradores da área rural da escurinha, com diversos procedimentos de atenção básica à saúde que poderão ser feitos com mais agilidade e conforto aos pacientes daquele setor, nesta nova unidade os usuários irão contar com consultas médicas, tratamento odontológico e muito mais.

O projeto de construção da unidade contará com área externa de embarque e desembarque de ambulâncias,sala de atividades coletivas, um consultório médico, um consultório odontológico, sala administrativa, copa, salas de procedimentos de enfermagem, vacina, preparo de materiais, higienização, farmácia, inalação, coleta de materiais, medicação, hall de espera, sala de administração, sanitários, abrigo de resíduos, e sala de espera onde ficará a recepção.

Para o Prefeito em Exercício, o início da construção da Unidade Básica de Saúde da Escurinha é mais um compromisso de campanha que começa a ser cumprido por sua administração “Durante nossa caminhada rumo a prefeitura de Juazeirinho, falamos muito nisso em nossas reuniões, e estamos começando a executar”, finalizou Jonilton Fernandes.
 ubs3

Câmara de Monteiro empossa 3 novos vereadores

A Câmara Municipal de Monteiro empossou nesta quinta-feira, 31, como vereadores, os suplentes Genivan Tomaz de Aquino (Baixinho), Edilson Ferreira e Pedoca do Tingui, em substituição aos titulares Heleno de Amadeu, Toinho de Nequinho e Luiz Berto, que pediram licença para trato de assuntos particulares.
 
A solenidade de posse ocorreu no final da manhã e foi dirigida pelo presidente da Casa, vereador Givalbério Ferreira. Além dos vereadores, marcaram presença o prefeito em exercício, Cajó Menezes, secretários municipais, o ex-presidente Simorion Matos, lideranças comunitárias e familiares dos novos vereadores.
 
O presidente do parlamento municipal, Givalbério Ferreira, saudou os empossados e desejou que eles possam desenvolver um bom trabalho, em prol da comunidade.
 
O prefeito em exercício, Cajó Menezes, parabenizou os novos legisladores do município, transmitindo também uma mensagem de congratulações da prefeita Edna Henrique e do deputado João Henrique, representante do município na Assembléia Legislativa.

De Olho no Cariri. 

Confronto entre Ricardo e Cássio marca 1º debate; Vital foca nas idéias

O primeiro debate eleitoral da disputa para o governo da Paraíba, realizado nesta quinta-feira (31) pela TV Master , canal fechado de João Pessoa, foi marcado pelo confronto entre o governador Ricardo Coutinho (PSB) e o senador Cássio Cunha Lima (PSDB).

Na abertura, Ricardo estreou com uma indireta. “Fui eleito pra ser gestor e não ator”, fustigou.

Em revide, Cássio iniciou sua apresentação falando em tirar a Paraíba do retrocesso para “reconciliar Estado e sociedade e criar um ambiente de paz”.

Logo na primeira pergunta, Ricardo e Cássio duelaram sobre comparativos de governo na Educação. Ricardo acusou Cássio de não ter comprado nenhum ônibus para o transporte escolar na sua gestão, mesmo após acidente em Sousa que matou 13 estudantes da zona rural.

Cássio criticou a falta de diálogo com professores, redução de matrículas, fechamento de escolas e quebra da autonomia da UEPB.

Noutro momento, Cássio citou denúncias de irregularidades no Hospital de Trauma de João Pessoa. Ricardo defendeu os avanços no atendimento da unidade de saúde.

Os dois voltaram a se confrontar no tema servidor público. Cássio acusou Ricardo de não sentar e não dialogar com as categorias. O socialista retrucou e acusou o tucano de obrigar servidores a fazer empréstimo quando governador.

Propostas – O candidato do PMDB, o senador Vital do Rêgo, defendeu um plano de estado para preparar a Paraíba de forma atemporal e prometeu um choque de tecnologia na segurança, criação de polícia comunitária, além da criação de comitê permanente para monitorar a violência. Vital também anunciou a intenção de transformar a Granja Santana num hospital infantil.

Nanicos atacam fisiologismo - Tárcio Teixeira, do PSOL, e Antônio Radical, do PSTU, criticaram as negociatas e conchavos. Já Major Fábio, do Pros, disse que o desejo de se candidatar ao governo da Paraíba foi impulsionado pelos movimentos populares de junho. 

com MaisPB

MPF pede liberação de canabidiol para tratar 16 pacientes da Paraíba

Medicamento tem substância proibida presente na maconha.
Ação civil pública é contra União e Anvisa.



O Ministério Público Federal (MPF) ingressou com ação civil pública, nesta quinta-feira (31), pedindo a liberação da importação de canabidiol na Paraíba, composto químico presente na maconha, proibido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), para tratamento de 16 pacientes. A ação contra a União e Anvisa relata a urgência em viabilizar o atendimento de 12 crianças, dois adolescentes e dois adultos na Paraíba.
Eles apresentam patologias neurológicas que têm como característica comum um quadro de epilepsia. Na busca pelo controle das frequentes crises convulsivas, já foram submetidos a diversos tipos de tratamento e combinações de anticonvulsivantes disponíveis no mercado, sem sucesso. O órgão requer a aplicação de multa diária de R$ 100 mil para o caso de descumprimento.
O MPF explica que a situação dos pacientes é urgente e sem resultados satisfatórios ao tratamento medicamentoso tradicional. Para todos os casos, há a prescrição médica específica para uso do canabidiol. No entanto, falta o termo de responsabilidade assinado por um médico, documento exigido pela Anvisa.
Para o procurador regional dos Direitos do Cidadão na Paraíba, José Godoy Bezerra de Souza, apenas a substância demonstra ser tratamento viável e com resultados. Em casos isolados em Mato Grosso, Pernambuco e no Distrito Federal, a Justiça autorizou a liberação da importação e uso da substância para portadores de síndromes epiléticas, sempre condicionando a importação à requisição médica.
Na ação, o MPF quer que a União e a Anvisa se abstenham de destruir, devolver, reter e impedir a compra e obtenção ou, de alguma forma, dificultar que o objeto postal importado contendo o medicamento, acompanhado da  receita médica e endereçado aos 16 pacientes. "A luta do MPF é para garantir uma qualidade de vida digna aos jovens e crianças acometidos pelas enfermidades neurológicas convulsionantes”, ressaltou o procurador. 

G1 Paraíba.

Idoso de 63 anos perde o controle e morre em capotamento entre Campina e JP

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a vítima estaria dirigindo em alta velocidade 

Um idoso de 63 anos morreu após perder o controle de um veículo, na tarde desta sexta-feira (1º), no trecho da BR-230 entre João Pessoa e Campina Grande.
A Polícia Rodoviária Federal informou que o acidente ocorreu no km 112 da rodovia, depois que o condutor saiu da pista e capotou. Conforme a PRF, o motorista estaria dirigindo em alta velocidade, o que contribuiu para a ocorrência.
Equipes do Samu e do Corpo de Bombeiros foram acionadas, mas a vítima morreu no local. O corpo foi levado para o Instituto de Medicina Legal em Campina Grande.

Portal Correio. 

Wilson Filho e Ivaldo Moraes tem candidatura barrada pelo Tribunal Regional Eleitoral

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) indeferiu nesta sexta-feira (01) a candidatura a deputado federal Wilson Filho (PTB) e de Ivaldo Moraes (PMDB) a deputado estadual.
O pleno julgou procedente a ação de impugnação proposta pelo Ministério Público Eleitoral. De acordo com a ação, Wilson Filho, que disputa a reeleição, tem uma condenação por doação de campanha acima do limite legal.
Wilson foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa, que prevê a inelegibilidade pelo prazo de oito anos para os que forem condenados por doações eleitorais tidas por ilegais por decisão transitada em julgado ou proferida por órgão colegiado da Justiça Eleitoral. Os advogados vão recorrer da decisão para o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Já em relação a Ivaldo Moraes, o empecilho seria uma Ação de Impugnação de Mandato Eletivo Nº10/2007 que correu sob segredo de justiça.
 O TRE-PB tem até o dia 05 de agosto para homologar todos os pedidos de registro de candidaturas. De acordo com o presidente da Corte, desembargador Saulo Benevides, durante este feriado o Tribunal estará funcionando normalmente em razão de que muitos registros de candidaturas ainda faltam serem julgados.

Click pb. 

quinta-feira, 31 de julho de 2014

Tribunal Regional Federal absolve deputado Carlos Batinga


Desembargadores do Tribunal Regional Federal da 5ª Região afirmaram que Batinga, à época Prefeito de Monteiro, não cometeu nenhum ato ilícito em convênio federal


O Deputado Estadual Carlos Batinga (PSC-PB) foi absolvido por unanimidade de acusações de fraude à licitação em processo no Tribunal Regional Federal da 5ª Região. Batinga tinha sido acusado pelo Ministério Público Federal de ter participado de fraude em uma licitação para reformas de casas no Município de Monteiro, quando era Prefeito e condenado em 1ª instância, na Vara Federal de Monteiro, o que foi considerado naquele momento por Batinga um grande equívoco do juiz, tendo recorrido da sentença ao tribunal regional no Recife.

Os Desembargadores da 1ª Turma do Tribunal Federal concluíram em julgamento nesta quarta-feira, que o Deputado era inocente de todas as acusações. “Eu estou propondo a absolvição. Não há no processo a mínima prova de que o Prefeito tenha participado de qualquer fraude, de que ele tenha cometido qualquer crime”, enfatizou o Desembargador Francisco Cavalcanti, Relator do caso. Os Desembargadores Manuel Erhardt e José Maria Lucena acompanharam o Relator, absolvendo por unanimidade o ex-Prefeito.

“Não havia qualquer prova de que o Prefeito tivesse participado de fraude à licitação. Ao contrário, o então Prefeito Carlos Batinga agiu com eficiência e construiu ainda mais que o objeto do convênio com o mesmo valor”, comentou o advogado Taiguara Fernandes de Sousa, integrante do Escritório Newton Vita, encarregado da defesa do ex-Prefeito.

O Deputado estadual Carlos Batinga comentou a decisão do Tribunal Regional Federal da 5ª Região: “É uma boa notícia. Apesar do desgaste natural quando da decisão em 1ª instância, a Justiça foi feita”. Carlos Batinga foi Prefeito de Monteiro por oito anos, dois mandatos consecutivos, entre os anos de 1997 e 2004, cuja administração foi referência em competência e transparência.
da Redação
WSCOM Online

Aposentadoria de Joaquim Barbosa é publicada no 'Diário Oficial da União'

A aposentadoria do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa foi publicada nesta quinta-feira (31) no "Diário Oficial da União".

Barbosa estava de férias da função de presidente do Supremo desde a segunda quinzena de julho e não voltará mais ao tribunal.

Pelas regras do serviço público, Barbosa, 59 anos, poderia continuar ministro até os 70 anos, idade na qual servidores são aposentados compulsoriamente.

Com a saída de Barbosa, uma das 11 cadeiras de ministro do Supremo ficará vazia e caberá à presidente Dilma Rousseff indicar um novo nome, mas não há prazo para isso.

O atual-vice presidente da Corte, ministro Ricardo Lewandowski, realizará eleiçãomarcada para esta sexta (1º) por Barbosa.

Os ministros devem eleger Lewandowski para presidir o Supremo pelos próximos dois anos. A vice será a ministra Cármen Lúcia.

O resultado é esperado porque, tradicionalmente, o plenário elege o ministro com mais tempo de atuação na Corte que ainda não foi presidente.

Última sessão
A última sessão da qual o ministro participou foi em 1º de julho, quando ele afirmou que sai "de alma leve" e com a sensação de "cumprimento do dever".

Ele argumentou que deixa o Supremo antes do limite por "livre arbítrio". Ele afirmou que já tinha ficado 11 anos no Supremo e disse que o tribunal precisa de renovação.

Joaquim Barbosa estava na presidência do STF desde novembro de 2012. O mandato  de dois anos terminaria somente em novembro deste ano.

Indicado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2003, ele se destacou no tribunal como relator do processo do mensalão do PT, julgamento que durou um ano e meio e condenou 24 réus, entre eles o ex-ministroJosé Dirceu e o ex-presidente do PT José Genoino.

O ministro disse que não tem interesse por política, mas não descartou disputar cargo público nas próximas eleições.

Nesta terça (29), Barbosa usou sua recém-inaugurada conta no Twitter para defender projeto de lei que cria regras sobre encontros entre juízes e advogados.

Durante gestão no Conselho Nacional de Justiça (CNJ) ele criticou o que chamou de "conluio" na relação entre advogados e magistrados.

Barbosa ressaltou que não fará sugestões a Dilma sobre o nome do ministro que entrará em seu lugar, mas que é preciso que o indicado tenha interesse para os grandes temas da nação e caráter.